terça-feira, 17 de março de 2009

Depende de ti...

Cruzamentos feitos de riscos, em cordas bambas suspensas por suportes quebrados.
O equilibrio tende a falhar e não há mais a rede de amparo.
O que te quer atingir só atinge uma vez, mas dói que se farta. Tendes mesmo a perder o equilibrio e balançar de um lado para o outro.
Se não estabilizas, cais. Se caires, podes não te levantar mais.
Depende de ti...só de ti!
Não esperes a mão de quem supões ser apoio em horas de aflição.

A mesma mão que te pode puxar, também te pode empurrar!

Depende de ti...só de ti!

1 comentário:

Ana disse...

"Se não estabilizas, cais. Se caires, podes não te levantar mais." podes sempre, sempre levantar-te!