quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Uma única certeza no meio de incertezas infinitas

Não tenho idade para grandes responsabilidades.
Não tenho idade para imaturidades.
Estou na idade do entre-linhas.
Na idade do sonhar, querer e fazer por isso.
Na idade de me sentar e esperar que as coisas aconteçam, venham ao meu encontro.
Estou na idade de viver grandes paixões, sofrer e aprender com isso.
Estou na idade de quem já teve um grande amor e não acredita em posteriores.
Não quero trabalhar.
Não quero estudar.
Só quero dormir e acordar no dia seguinte para voltar a adormecer.
Quero fugir a decisões arriscadas.
Quero arriscar e tomar decisões incertas.
Quero trabalhar muito.
Quero estudar imenso.
Quero crescer.
Não...prefiro antes ficar na minha Terra-do-Nunca.
Não, se calhar...

É tempo de me situar.
Perceber o que quero. Para onde devo ir e o que pretendo fazer.
E ao mesmo tempo...sonhar para me distrair e nem pensar se quer.

Só tenho uma certeza nesta vida...é a de que agradeço estar viva para poder ter estas incertezas.

4 comentários:

real republica disse...

...vem amiga antes que seja tade...esquece a noção do tempo...já toda a terra arde...

Rolando disse...

oi. tudo em paz? muito bom o texto. apareça por lá. abraços.

Hìtzaßêrllé disse...

Olá,gostei do teu blogger. Tava de passagem, daí resolvi ler seus artigos.Parabéns por eles.Se poder visitar o meu, fico feliz desde já! http://hitzaberllelacouth.blogspot.com/
Abraços.

Marietta Barreto disse...

Olá gostei "das incertezas" e vou segui-lá...

Um abraço,

Daqui da mesma terrinha de outrora!